terça-feira, 3 de agosto de 2010

Uma hora tinha que acontecer.

Imaginei diversas maneiras de como começar meu primeiro post. Poderia dizer milhões de coisas, mas o que eu gostaria mesmo de dizer é: como foi difícil! Sou membro do blogger desde fevereiro de 2009 e nunca havia postado absolutamente nada aqui. Se eu dissesse a quantidade de textos que eu já deixei de publicar, vocês não acreditariam. Textos pensados e repensados no banho, na fila do mercado, naquela pequena viagem de ônibus até o centro da cidade... Todos eles perdidos na memória ou em algum papel que eu não lembro mais onde guardei. E, por que isso? Não sei, mas desconfio que seja pela minha estranha relação com o computador. Deixe-me explicar melhor: escrever pra mim é colocar sua alma, seus sentimentos em cada palavrinha. Porém, quando vejo minhas palavras na tela do computador, elas não parecem tão minhas quanto pareceriam se estivessem no papel... Aquele T meio torto, a perninha do M um pouquinho mais longa ou a bolinha como pingo no I são tão meus... Imprimem de forma tão veraz o que eu sinto, carregam com louvor aquele toque tão pessoal que só a minha letra pode ter. Talvez pareça um pensamento arcaico, mas, quando olho pra essa tela na qual digito milhares de letras agora, elas não parecem minhas. Parecem comuns demais e sem nenhuma expressão de vida. Ver minha letra no papel e cobrir cada centímetro de uma folha em branco com ela é uma coisa mágica pra mim, é deixar gravado um pedacinho meu naquele espaço antes vazio e sem graça. Mas, é necessário livrar-se das manias esquisitas, e eu tenho plena consciência de que o modo como se escreve algo também revela muito de nós mesmos. Não dá mais pra guardar os textos na gaveta. Quero agora compartilhar com quem quiser ler um pouco do meu mundo que vivia escondido e que começa a se revelar, aqui... No primeiro post.

4 comentários:

  1. Rê, fiquei feliz que você tenha se rendido ao mundo dos blogs. Assim, poderemos compartilhar do seu mundo, e a tirar pelo primeiro post, vem muita coisa boa por aí!!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Ótimo estar um pouco mais dentro do seu mundo (embora eu ja esteja bem incluída nele!)
    haahaha
    Cat, sempre achei escrever uma ótima maneira de se expressar, de desabafar, terapeutico mesmo.
    Dou o maior apoio e vou ser a leitora number one daqui!

    Obs- vc esreve bem hein guria? Sabia desse talento non....

    Bjs da sua Kitty Cat

    ResponderExcluir
  3. mentira Ana, a leitora número um vai ser eu ! hauahu
    Amei o texto ! Minha irmã tem talento, e se ficar rica e famosa eu fico também \o/ haha
    texto muito perfeito.

    ResponderExcluir
  4. Uau!! Que chic...adoreiii...e tenho uma ideia... escreve com a sua letrinha e scanneia hauhauhuahu!!

    bjOs gatona

    ResponderExcluir